Literatura | Talvez …

Literatura, um espetacular entretenimento cultural

1Por Adhemyr Fortunatto

Não me peça ‘Pelo amor de Deus ’

Para eu te amar…

Nunca mais repita que basta uma

Palavra minha para você se levantar,

Sorrir, viver,

Poder continuar.

Eu não sou ninguém.

Sou apenas uma pessoa que,

Quando nada mais tem,

Se dedica à Arte,

E do ar que respiro, talvez

Ela faça parte.

Sou a pessoa do ‘talvez’.

Talvez eu ame de novo

Como amei certa vez.

Mas não me pergunte quando e como;

Se em um ano,

Uma semana,

Uma vez…

Imagem.: Reprodução/Pinterest